Com medo a FRELIMO começou a oferecer "tako" a membros da RENAMO em Marromeu, denuncia o porta-voz do partido da oposição


De acordo com o portal DW, o segundo partido mais votado no município de Marromeu, província moçambicana de Sofala, diz que militantes da FRELIMO tentaram aliciar membros da RENAMO para eleger cargos de chefia na Assembleia Municipal.





 António Bauase, porta-voz da RENAMO na Assembleia Municipal de Marromeu dinunciou tentativas de aliciamento a certos menmbros doseu partido segundo avança o portal DW.

Nas últimas autárquicas o partido dos "camaradas" saiu vitorioso, porem ficou a poucas décimas de distância da RENAMO (45,78% contra 45,53% dos votos, respetivamente). Ambas elegeram o mesmo número de membros da Assembleia Municipal – oito de cada partido – enquanto o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) elegeu apenas um.





"Os membros da FRELIMO passaram pelas nossas casas para nos corromper com dinheiro, porque sabiam que estamos empatados: oito da FRELIMO, oito da RENAMO e um do MDM. Eu mesmo fui vítima disso. Contactaram-me e neguei qualquer tipo de aliciamento" disse Bauase citado pela 

Segundo a DW, o responsável rejeitou as acusações de aliciamento, desafiando a RENAMO a apresentar provas.

Na quinta-feira (07.02), Vitória Artur Timbe tomou posse como edil. Mas a RENAMO não esteve presente.



Com medo a FRELIMO começou a oferecer "tako" a membros da RENAMO em Marromeu, denuncia o porta-voz do partido da oposição Com medo a FRELIMO começou a oferecer "tako" a membros da RENAMO em Marromeu, denuncia o porta-voz do partido da oposição Reviewed by Z on fevereiro 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário