Mais uma vez, relações amargas com os EUA: Um congressista norte americano enviou uma carta ao Presidente da república de Angola



Uma disputa entre uma companhia americana e o General António Francisco de Andrade e seus familiares está de novo a complicar relações com os Estados Unidos.





Um proeminente congressista americano Christopher Smith escreveu ao Presidente João Lourenço apelando a que este “relance os esforços para resolver este caso” fazendo valer um acordo negociado para tal.





Smith faz parte do sub-comité para África da Câmara dos Representantes e já anteriormente tinha estado envolvido neste caso que envolve um diferendo entre a Africa Growth Corporation e o General Andrade e a sua família.

A disputa envolve a compra pela companhia americana de várias propriedades em Angola, incluindo prédios de apartamentos que foram posteriormente alugados e que, segundo alega a empresa americana foram posteriormente transferidos ilegalmente para a procuradora Natasha Andrade Santos, filha do general.




A Procuradoria-Geral da República teria ignorado uma queixa apresentada pela AGVP sobre as acções ilegais que privaram a AGVP dos seus direitos.

A companhia americana iniciou o ano passado uma acção em tribunal e contratou uma companhia de lobby para levarem congressistas e o FMI a bloquearem a ajuda a Angola.





Em Dezembro o Comando Provincial da Policia Nacional em Luanda confirmou à VOA o despejo do general na reserva António Andrade de propriedades imobiliárias na ilha de Luanda.

O general, entretanto, voltou a reocupar uma das propriedades e acusou o governo de estar refém de interesses estrangeiros.

VOA
Mais uma vez, relações amargas com os EUA: Um congressista norte americano enviou uma carta ao Presidente da república de Angola Mais uma vez, relações amargas com os EUA: Um congressista norte americano enviou uma carta ao Presidente da república de Angola Reviewed by Z on maio 11, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário